14/03/2013

135: Dejectos à moda do ikea


Boa tarde,
contactei os vossos serviços há uns anos e como fui extremamente bem atendido e elucidado resolvi enviar-vos este e-mail na expectativa que aconteça o mesmo.
Chamo-me Mário, tenho 45 anos e tirei o curso de restauração na Escola de Hotelaria e turismo do Estoril.
Trabalhei em vários restaurantes como cozinheiro mas infelizmente a minha actividade profissional tem vindo a ser prejudicada por aquilo a que os meus patrões chamam "falta de asseio" e que eu denomino (um pouco na brincadeira) como "dar um gostinho especial à comida". 
Infelizmente parece-me que o sentido de humor não é o forte deles.
Neste momento encontro-me sem trabalho e confesso que até já tinha desistido de procurar mas as recentes noticias de que foram encontrados dejectos nos vossos pasteis, fazem-me acreditar que se calhar o IKEA e eu nascemos para trabalhar juntos.
A verdade é que fui dos poucos a defender a empresa quando estes acontecimentos vieram a público:
O Eduardo, tem a mania das teorias das conspirações e veio-me contar que vocês obrigam as pessoas a dar a volta toda à loja, sem umas saídas mais acessíveis, que é para que os clientes fiquem com vontade de ir à casa de banho e saiam mais pasteis!!!!!! Eu defendi logo o IKEA e disse que ele andava a fumar ganza. Ele apagou o cigarro e não falou mais comigo.
Perdi um amigo mas espero ter ganho um emprego.
Pedia que me recebessem, ainda esta semana se possível, para conversarmos.
Obrigado pela atenção e aguardo com natural ansiedade a resposta.
Mário Augusto Dias
P.S: Não se incomodem em colocar uns pasteis para petiscar na entrevista que eu não sou apreciador.  

Exmo. Senhor
Gratos pelo contacto, informamos que o assunto foi encaminhado para a Loja IKEA.
 Cumprimentos, 
V.P
Tenant Coordinator
Inter IKEA Centre Group, Portugal

4 comentários:

  1. Maravilhoso! Mario Dias ataca de novo! Finalmente!

    ResponderEliminar
  2. Espero, sinceramente que o Mário Augusto tenha conseguido o emprego.
    É lamentável desperdiçar mão-de-obra tão classificada.

    ResponderEliminar
  3. Já tinha saudades de mais histórias destas. Espero que o Sr. Mário Dias regresse com montes de novas histórias :)

    ResponderEliminar